25.11.09

Pergaminho.


Neste mundo de desastre,
Com toda a mistura,
Tudo está gasto,
Já nada tem cura.

Neste mundo de desastre,
Onde a dor perdura,
Tudo acabará,
Sem nada se amar.

Neste mundo de desastre,
Passa o vento devagarinho,
E deixa no meu caminho,
As linhas do teu pergaminho.
(fotografia da minha autoria)

9 comentários:

Lu disse...

'tudo esta gasto, ja nada tem cura'

esta lindo :)

Maggie disse...

Bonito Madalena (:

- Danny® disse...

:$

tá lindo ++

- Danny® disse...

tá nada ..

o teu é que tá *.*

- Danny® disse...

o teu tambem :$

Polónia disse...

o teu talento para a escrita não tem cura, nem a tentes encontrar :')
ainda assim, a foto marcou-me muito aqui*
está linda e admiro muito uma boa fotografia, por vezes uma imagem vale mais mais do que um bom texto (:

FLÁVIOMATA disse...

Está bonito *-*

FLÁVIOMATA disse...

Há sempre aqueles que dizem mais de nós e que são escritos com mais alma.

FLÁVIOMATA disse...

Sou mesmo bom nisto (a) muahahah